Doenças gatos

doenças

Doenças comuns dos gatos

doenças

A independéncia do gato vem geralmente à tona quando não está bem saúde. Embora alguns gatos doentes chamem a atenção do dono, a maioria tenta ocultar os sintomas, normalmente escondendo-se. Quando um gato adoece, outros gatos “residentes” podem bufar na sua direcção, uma “pista” anti-social a indicar moléstia. Procure sempre o veterinário quando observar mudanças na rotina do gato, e siga as instruções dadas quando aos medicamentos a ministrar e às alteraçôes alimentares.
É sempre mais simples e barato prevenir do que “remediar”: combine exames regulares para detectar problemas de velhice incipientes, altura essa em que as alterações na dieta podem antecipar a evolução do declinio motivado pela idade.

Um gato saudável é um gato atento e curioso. Cuida da sua higiene, tem um bom apetite e bons hábitos de utilização da caixa de areia. Conheça o seu gato e o seu comportamento normal, de modo a interpretar eventuais problemas através da sua aparência e ações.

A examinação em casa pode ajuda-lo a identificar alterações que possam ser um indicio da saúde debilitada, além de proporcionar uma oportunidade de desenvolver o vinculo com seu felino. Costeletas do seu gato que podem ver significam que gato tem peso a menos, mas se não conseguir senti-las, provavelmente é porque tem peso a mais Um gato saudavel tem forma de ampulheta e uma cintura bem difinida.

A seguir observe a pele e pelo. A pele deve ser macia, sem zonas encamosas ou inflamadas, o que pode indicar alergias, parasitas ou infeções. O seu gato passa até cinquenra por cento do tempo em que está acordado a tratar da sua higiene e o pelo deve revelar isso mesmo. Um pelo saudável é briliante e macio, enquanto um pelo baço e quebradiço é indicadore de deficiências nutricionais.

A queda do pelo é normal, mas queda excessiva e zonas sem pelo não são normais e podem dever-se
a parasitas, como pulgas; irritações como zonas inflamadas; ou ser uma reação alérgica. Corrimento nas orelhas também pode assinalar a presença de parasitas. O interior das orelhas deve ser rosado e não inalar qualquer cheiro forte. Os olhos devem ser brilhantes e a terceira pálpebra não deve estar à mostra habitualmente um sinal de stress e de saúde debilitada.

As gengivas devem ser rosadas e os dentes saudáveis. A boca do seu gato não tem de cheirar bem para ser saudável, mas mau hálito indica problemas. Quando limpar a caixa de areia, repare se existem alterações nos dejetos do seu gato. Urina com um cheiro forte ou fezes aquossas não são sinal de saúde. As fezes devem ser pequenas e firmes, sinal de que tem uma alimentação saudável e de que faz bem a digestão.

Doenças comuns de gato

doenças gato

Gripe dos Gatos:  Quando um gato tem gripe, geralmente sente-se muito mal. Os sintomas são variados, mas incluem corrimento nos olhos e nariz, perda apetite, úlceras na boca e dores nas articulações.

Infeções de Ouvidos:  O motivo mais comum para uma infeção no ouvido é o ácaro do ouvido, um parasita que se desenvolve nos ouvidos, quentes e húmidos. Cera, coçar e abanar a cabeça são sintomas comuns, e o seu gato pode recuar se tentarem tocar-lhe na zona de cabeça.

Pulgas:  A alegria de pele mais comum nos felinos deve-se a pulgas, que pode provocar a necessidade de se coçarem e morderem o corpo frequentemente. Se não for tratada, os gatos podem tornar-se anémicos, uma vez que as pulgas se alimentam do seu sangue. É fácil de tratar e muitos gatos acabam por vir a tê-las a determinada altura, especialmente se andarem dentro e fora de casa ou estiverem em contacto com outros animais.

Bolas de Pelo:  Problema comum nos gatos, só se torna preocupante qundo é frequente, uma vez que pode resultar em desidratação ou problemas de estômago. A maior parte dos gatos regurgita bolas de pelo ocasionalmente, mas se o seu gato tosse e vomita bolas de pelo mais do que quatro vezes por mês, poode existir um problema.

Vomitar:  Se o seu gato vomita, mas continua atento e interessado na comida, geralmente não é motivo para alarme. Vomitar ocasionalmente é normal, devido as bolas de pelos ou por comer muita frequência e de modo prolongado pode ser algo sério e requerer a examinação do veterinário.

Parasitas:  Ancilostomiase, lombriga e ténia são doenças comuns que podem ser facilmente tratadas com medicação. Se houver infeção, a barriga do seu gato pode inchar, embora ele geralmente perca peso, vomite com frequência e o pelo possa pareser baço.

Alguns problemas podem ter os mesmos sintomas, por isso o seu veterinário é a melhor pessoa para traduzi-los, providenciado 
um diagnóstico. Coçar e morder a pele pode significar pulgas, um problema comum e facilmente tratável, ou pode indicar 
algo mais sério, como cancro de pele. Os hábitos de sono de um gato também pode indicar problemas de saúde subjacentes; se 
estiver doente, frequentemente não se enrolará para dormir, mas, em vez disso, deitar-se-á na posição que lhe exigir menos 
dispêndio de energia.